Main Page
Main Page
Main Page Main Page
27 | 06 | 2017
Institucional
Publicações
Imprensa
Serviços
Visitas
desde 2004 : 1825322
Online

Temos 22 visitantes e Nenhum membro online

Última atualização: Sex, 23 Jun 2017 - 22:04 GMT+00

Última atividade: Modificado ..clique

Perguntas Frequentes

1. O que é o CDS?

O Centro de Desenvolvimento Sustentável - CDS é uma unidade permanente de ensino, pesquisa e extensão da Universidade de Brasília, criado em 1995.

2. O que é o PPGCDS?

O Centro de Desenvolvimento Sustentável - CDS mantém o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável – o PPGCDS, cujo funcionamento começou em 1996.

3 - Quais são os cursos oferecidos pelo PPGCDS?

O PPGCDS oferece dois cursos acadêmicos de pós-graduação (stricto sensu):

(1) Doutorado em Desenvolvimento Sustentável, área de concentração Política e Gestão da Sustentabilidade (primeira turma admitida em 1996; décima-oitava turma admitida em 2013);

(2) Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento Sustentável, área de concentração Política e Gestão da Sustentabilidade (primeira turma admitida em 1998; décima sexta turma adminitica em 2013).

4 – Que outros cursos de pós-graduação oferece o CDS?

• dois cursos profissionalizantes de pós-graduação (lato sensu):

(1) curso de Mestrado Profissional em Desenvolvimento Sustentável, área de concentração Política e Gestão de Ciência e Tecnologia (turma mais recente admitida em 2012; no momento, não há previsão de abertura de nova turma);

(2) Mestrado Profissional em Desenvolvimento Sustentável, área de concentração Sustentabilidade junto a Povos e Terras Indígenas, (primeira turma admitida em 2011; no momento, não há previsão de abertura de nova turma).

• eventualmente, o PPGCDS oferece ainda cursos de Especialização (lato sensu). 12 cursos dessa modalidade foram oferecidos entre 2001 e 2010, com ênfases variadas. Entre outros, foram oferecidos cursos de Educação Ambiental, Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável, Gestão Ambiental Pública.

5. Qual é o conceito do PPGCDS na CAPES?

Desde 2004, o PPGCDS recebe da CAPES o conceito 5, que corresponde a programas consolidados como centros de referência em nível nacional. Ver os documentos da avaliação aqui Conceito: Veja aqui!

6. Quem avalia o PPGCDS na CAPES?

O PPGCDS foi avaliado originalmente pelo Comitê Assessor Interdisciplinar da CAPES. Desde 2011 a sua avaliação é feita pelo Comitê Assessor de Ciências Ambientais.

7. Quantos doutores, mestres e especialistas já foram formados pelo PPGCDS?

De 1999 até fins de 2012, o PPGCDS diplomou 167 doutores e 542 mestres. De 2001 a 2012, formou ainda cerca de 420 especialistas em 12 cursos lato sensu.

8. Quem pode ser orientador nos programas de pós-graduação do CDS?

Os professores do corpo docente permanente do PPGCDS podem orientar doutorandos e mestrandos; alguns poucos só podem orientar mestrandos. Os professores colaboradores só podem orientar mestrandos. Nos editais de seleção de novos alunos são indicados, a cada ano, os nomes dos professores que podem receber novos orientandos e os números de vagas de cada um dos orientandos. Não são aceitos orientadores que não pertençam a esses dois grupos de docentes.

Nos cursos de mestrado profissional e de especialização, o grupo de orientadores potenciais é mais amplo e é definido de acordo com critérios definidos por cada curso.

9. O CDS oferece um curso de graduação?

Sim. O Curso de Graduação de Ciências Ambientais da UnB, criado em 2009, é gerido por um consórcio de cinco unidades da UnB: o CDS, o Instituto de Química, o Instituto de Geociências, o Instituto de Biologia e o Departamento de Economia. O CDS oferece regularmente disciplinas obrigatórias e optativas para alunos desse curso.

10. O CDS e o PPGCDS aceitam receber doutores para estágios de pós-doutorado?

Sim. O Centro e o Programa recebem um fluxo contínuo de pedidos de estágio de pós-doutorado. Os pós-doutorandos podem desenvolver o seu estágio no Centro, no Programa, ou em ambos, dependendo dos seus planos de trabalho, das atividades dos seus supervisores e do atendimento dos critérios de credenciamento para atuação no Programa.

11. Quais são as exigências para aprovação da solicitação de estágio de pós-doutorado?

As exigências mais importantes são (i) a definição de um supervisor do estágio, a ser escolhido entre alguns dos docentes e pesquisadores do quadro permanente do CDS e do PPGCDS, (ii) a apresentação de um plano de trabalho detalhado, com previsão de produção de textos publicáveis em veículos altamente qualificados, e (iii) a presença e a participação dos pós-doutorandos em Brasília e nas atividades cotidianas do CDS e do PPGCDS. Os interessados devem se inteirar das regras mencionadas neste item e buscar contato com o possível supervisor do estágio, com o Diretor do CDS, ou o Coordenador do PPGCDS. (Ver aqui o link para as regras pertinentes aos pós-doutorandos).

12 - Se eu for aceito para realizar um estágio pós-doutoral no CDS ou no PPGCDS, posso automaticamente dar aulas e orientar no Programa?

Não. Eventualmente, um pesquisador em estágio doutoral pode também ser professor colaborador ou visitante do PPGCDS, a critério do Colegiado do PPGCDS.

13. Como posso me informar sobre as linhas de trabalho dos professores e pesquisadores do CDS e do PPGCDS?

Consulte nesta página Web do CDS:

- a lista de docentes e pesquisadores do CDS e do PPGCDS (aqui);

- a lista de projetos de pesquisa (aqui);

- a lista de teses e dissertações orientadas pelos nossos professores e os textos integrais desses trabalhos de conclusão (aqui).

Consulte também os CVs Lattes dos docentes e pesquisadores, disponibilizados na Plataforma Lattes (em www.cnpq.br). Eles são facilmente acessíveis a partir dos links existentes na citada lista de docentes e pesquisadores (aqui).

14. Como posso saber mais detalhes sobre as atividades e os interesses dos professores e pesquisadores do CDS e do PPGCDS?

Há nos CVs Lattes deles informações detalhadas e atualizadas sobre a sua formação, as suas publicações, as suas orientações, a sua participação em projetos de pesquisa e em eventos científicos e as suas outras atividades profissionais.

15. O que se exige dos alunos do PPGCDS em termos de frequência e dedicação?

Os cursos de Doutorado e Mestrado stricto sensu do PPGCDS são presenciais e exigem dos alunos dedicação em horário integral. Não existe regime de estudo em tempo parcial. As aulas são programadas para as manhãs e tardes, de segunda a sexta-feira. De modo geral, não há aulas noturnas, nem em fins de semana. Podem ser organizadas visitas e viagens de de campo que exijam deslocamentos para fora do campus do UnB e fora do Distrito Federal. A oferta de disciplinas em módulos intensivos ocorre apenas excepcionalmente. A participação nas aulas, a carga de leitura, as outras atividades de preparação para as aulas e as atividades de avaliação não podem ser cumpridas pelos alunos apenas em noites, fins-de-semana, feriados e férias. Todos os alunos têm que se matricular em todas as disciplinas obrigatórias, de acordo com a ordem em que estão estipuladas na grade curricular.

Todos os alunos do Doutorado têm que concluir a carga obrigatória de disciplinas nos três primeiros semestres letivos.

Todos os alunos do Mestrado têm que concluir a carga obrigatória de disciplinas nos dois primeiros semestres letivos.

Não podem ocorrer o trancamento de matrícula e a reprovação em disciplinas obrigatórias. Só é admitido o trancamento justificado de matrícula (conforme as estipulações do Artigo 25 do Regimento Geral de Pós-Graduação da UnB).

Alunos recém-admitidos não podem fazer esse trancamento justificado de matrícula, nem adiar o cumprimento das disciplinas obrigatórias, sob pena de invalidar a sua aprovação na seleção.

16. Como posso me tornar aluno regular do PPGCDS?

Participando do processo de seleção de novos alunos, que é anual. Para os candidatos ao doutorado, a seleção ocorre aproximadamente em outubro-novembro, e as aulas das novas turmas iniciar começam aproximadamente em março do ano seguinte. Para os candidatos ao mestrado, a seleção, a partir de 2014, ocorrerá aproximadamente em abril-maio, e as aulas das novas turmas começarão em agosto do mesmo ano.

DOUTORADO - A seleção para o curso de Doutorado tem se baseado na avaliação (1) do anteprojeto de tese; (2) da capacidade de entendimento de duas línguas estrangeiras (língua inglesa – obrigatória - e francesa ou espanhola), mediante prova de compreensão de textos; (3) de prova de conhecimentos; (4) prova oral e de avaliação curricular.

MESTRADO – A seleção para os cursos de Mestrado tem se baseado na avaliação (1) do plano de dissertação; (2) da capacidade de entendimento de uma língua estrangeira (língua inglesa), mediante prova de compreensão de texto; (3) de prova de conhecimentos e (4) de prova oral e de avaliação curricular.

17. Existe alguma restrição para participar do processo seletivo do PPGCDS em função do curso de graduação ou do curso de mestrado que completei?

Não. O PPGCDS aceita a inscrição de candidatos portadores de diplomas de todos os cursos de graduação e mestrado autorizados a funcionar no País.

18. Quem pode emitir uma "Carta de Recomendação Acadêmica" para candidatos ao processo seletivo do PPGCDS?

As cartas de recomendação acadêmica (feitas obrigatoriamente em formulário próprio do CDS) têm que ser emitidas por profissionais (i) reconhecidos nos seus respectivos campos de atuação e que (ii) demonstrem conhecimento sobre a capacidade, o trabalho e a trajetória do candidato recomendado.

19. O PPGCDS conta com bolsas de estudos para os seus alunos?

Sim. O PPGCDS conta com um número limitado de bolsas de estudos que a CAPES e o CNPq alocam no programa. Elas são repassadas aos alunos dos cursos de Doutorado e Mestrado acadêmico de acordo com os critérios definidos pelos dois órgãos e com regras internas.

20. O PPGCDS conta com bolsas de estudos para todos os seus alunos?

O programa conta com um número substancial de bolsas, porém nem sempre esse número é suficiente para atender a toda a demanda.

21. Há outras modalidades de bolsas de estudos para alunos do PPGCDS?

Sim. Vários alunos obtêm, por iniciativa própria, bolsas e apoios financeiros de origem diversa – de fundações estaduais de apoio à pesquisa, de organismos internacionais e multilaterais, de fundações privadas nacionais ou estrangeiras, de ONGs, das organizações nas quais são empregados etc. Alguns projetos de pesquisa financiados do PPGCDS e do CDS contam com bolsas de estudo que podem ser alocadas a alunos envolvidos nesses projetos.

22. Como são alocadas as bolsas de estudo da CAPES e do CNPq?

A aprovação no processo seletivo não garante o recebimento de bolsas de estudo. A distribuição das bolsas da CAPES e do CNPq se dá de acordo com a disponibilidade de bolsas e com critérios definidos pela Comissão de Pós-Graduação, composta por professores, funcionários e alunos do PPGCDS, obedecidos os critérios dos órgãos de fomento. Os critérios do Programa são baseados exclusivamente no desempenho dos alunos no processo seletivo e nas disciplinas cursadas. A alocação das bolsas é feita em março de cada ano, mas há casos em que a alocação pode ocorrer em outros meses.

23. Quais são os critérios do PPGCDS para a alocação de bolsas de estudo da CAPES e do CNPq?

Os dois critérios principais são: (i) a classificação dos alunos novos no processo seletivo e (ii) o rendimento acadêmico dos alunos antigos nas disciplinas. No caso de haver mais solicitantes do que bolsas, a coordenação publicará uma lista de espera, ordenada de acordo com a prioridade dos candidatos. As bolsas vinculadas a projetos de pesquisa são distribuídas de acordo com critérios definidos pelos seus coordenadores.

24. Como solicito uma bolsa de estudos?

No caso de alunos novos, a Coordenação de Pós-Graduação do PPGCDS distribuirá no início de cada ano um anúncio aos interessados sobre bolsas, dando um prazo para que eles manifestem por escrito o seu interesse. No caso dos alunos antigos, inclusive os que já são bolsistas, o mesmo anúncio pedirá que os interessados em receber ou manter as bolsas também se manifestem por escrito.

25. Qual a duração máxima do curso de Mestrado acadêmico?

De acordo com normas da CAPES, da UnB e do próprio PPGCDS, os cursos de Mestrado devem ser completados dentro do prazo máximo de quatro semestres letivos (dois anos, ou 24 meses). A defesa da dissertação deverá ocorrer até o 22º mês depois do ingresso no curso, ou seja, até o mês de dezembro do ano seguinte ao ingresso no curso. Por exemplo, mestrandos ingressantes em março de 2013 devem defender a dissertação até dezembro de 2014. Os dois meses subsequentes são reservados a revisões e à finalização das dissertações.

26. Qual a duração máxima do curso de Doutorado?

De acordo com normas da CAPES, da UnB e do próprio PPGCDS, o curso de Doutorado tem a duração máxima de oito semestres (quatro anos, ou 48 meses). A defesa da tese deverá ocorrer até o 46º mês depois do ingresso no curso, ou seja, até o mês de dezembro do quarto ano depois do ingresso no curso (por exemplo, doutorandos ingressantes em março de 2013 devem defender a tese até dezembro de 2016. Os dois meses subsequentes são reservados a revisões e à finalização das teses.

27. O que é o "período de residência"?

É o período durante o qual o PPGCDS exige que os alunos tenham disponibilidade integral para participar das atividades e cumprir as suas obrigações dentro do programa. Isso pode ou não exigir dos alunos residência permanente no Distrito Federal, mas durante esse período os alunos não podem alegar a não residência no Distrito Federal para pedir dispensa ou adiamento de suas obrigações.

• Para os doutorandos, esse período corresponde aos três primeiros semestres letivos.

• Para os mestrandos, corresponde aos dois primeiros semestres letivos.

28. O que os alunos devem fazer no "período de residência"?

Nesse período, doutorandos e mestrandos devem cumprir toda a carga de disciplinas obrigatórias e optativas. Devem sair desses períodos prontos para qualificarem os seus projetos de tese ou dissertação. Os atos de qualificação têm que ser realizados no Distrito Federal. Depois da qualificação, mestrandos e doutorandos não precisam mais residir no Distrito Federal, a não ser que sejam bolsistas.

29. Como posso ser aluno especial do PPGCDS?

Todos os portadores de diplomas de graduação e de mestrado podem se candidatar à condição de aluno especial do PPGCDS por um semestre, no início de cada semestre letivo. O período de inscrição para a seleção de alunos especiais é em geral limitado aos dois primeiros dias de cada semestre letivo, de acordo com o Calendário Acadêmico da UnB. A cada semestre é aberto um número limitado de vagas para alunos especiais em algumas disciplinas optativas oferecidas pelo PPGCDS. Não são abertas vagas para alunos especiais nas disciplinas obrigatórias. Cada docente é responsável por abrir (ou não abrir) vagas para alunos especiais nas suas disciplinas e por selecionar os candidatos que cursarão as suas disciplinas como alunos especiais, empregando os critérios que considerar mais apropriados. Nenhum professor é obrigado a abrir vagas para alunos especiais, nem a preencher todas as vagas que abra. Disciplinas cursadas na condição de aluno especial não são contabilizadas no processo seletivo de alunos regulares.

30. Se eu ingressar como aluno regular do PPGCDS, por aprovação no processo seletivo anual, posso aproveitar os créditos obtidos em semestres anteriores como aluno especial?

Sim. Estes créditos são aproveitados por meio do preenchimento de um formulário próprio retirado na Secretaria do PPGCDS – mas o aproveitamento tem um limite máximo de 50% das disciplinas optativas que terão de ser cursadas. No caso de disciplinas cursadas como aluno especial fora do PPGCDS, o aproveitamento dos créditos dependerá da análise (feita pela Coordenação de Pós-Graduação e pelo orientador do requerente) das ementas das disciplinas e da sua compatibilidade com as ementas das disciplinas do PPGCDS.

31. O que é Currículo Vitae Lattes, ou CV Lattes? Posso ter um?

O Currículo Vitae Lattes é um instrumento virtual que registra as informações profissionais de cientistas, professores, pesquisadores, estudantes de pós-graduação e graduação, profissionais autônomos, funcionários de empresas, governos e organizações civis etc. Os currículos inseridos na Plataforma Lattes podem ser usados pelos seus titulares, mas ficam disponíveis para serem acessados também por terceiros. Qualquer pessoa pode criar e atualizar o seu CV Lattes, bastando acessar a Plataforma Lattes no site do CNPq (www.cnpq.br).

32. Que tipo de informação pode ser inserida no CV Lattes?

As informações registradas no CV Lattes são muito diversificadas: incluem formação educacional, publicações, atividades exercidas, vínculos institucionais atuais e passados, participações em congressos e eventos, produtos gerados e patenteados, bolsas e financiamentos obtidos etc. Todos os candidatos ao processo de seleção do PPGCDS e todos os seus alunos regulares são obrigados a criar e a manter atualizados os seus CV Lattes.

33. O que é a Monitoria?

A Resolução N 008/1990 do CEPE-UnB dispõe sobre o sistema de monitorias da UnB. Os alunos regulares do PPGCDS podem ser monitores de disciplinas da pós-graduação oferecidas pelo PPGCDS ou de disciplinas de graduação oferecidas pelo CDS, ganhando créditos pela atividade, desde que os professores responsáveis pelas disciplinas desejem trabalhar com monitores e tomem as providências necessárias 'efetivação dos monitores, dentro dos prazos previstos.

34. O que é o Estágio de Docência?

O Estágio de Docência na graduação é obrigatório para todos os mestrandos e doutorandos que sejam bolsistas da CAPES. O seu cumprimento é condição para a manutenção da bolsa. A duração mínima do estágio para os mestrandos é de um semestre letivo, enquanto que para os doutorandos é de dois semestres letivos. Os estágios docentes de alunos do PPGCDS poderão ser feitos nas diversas disciplinas de graduação que o CDS oferece. Mestrandos e doutorandos que sejam comprovadamente professores universitários estão dispensados da obrigatoriedade do estágio, mas podem se candidatar a realizá-lo, se assim o desejarem.

35. Como é feita a avaliação do desempenho acadêmico?

A avaliação do desempenho acadêmico dos alunos regulares e especiais do PPGCDS é feita com a atribuição de menções (SS, MS, MM, MI, II e SR). De acordo com o Artigo 122 do Regimento Geral da UnB, as menções correspondem, respectivamente, às seguintes notas numéricas:

• SS - Superior - 9,0 a 10,0

• MS - Médio Superior - 7,0 a 8,9

• MM - Médio Inferior - 5,0 a 6,9

• MI - Médio Inferior - 3,0 a 4,9

• II - Inferior - 0,1 a 2,9 SR

• SR - Sem Rendimento - acima de 25% faltas

Compartilhe

Veja de onde o CDS
está sendo acessado
Mais acessados
Últimas Notícias